Memórias de um início do ano

Gostávamos! Oh se gostávamos, de abrir sem restrições as portas da Instituição para que as famílias pudessem conhecer os espaços onde os seus filhos vão passar muito do seu tempo.
 
Fica-nos a alegre certeza de que a maior parte já conhece e, por isso, nos entregam os “seus tesouros” para os ajudarmos a crescer.
 
Gostávamos de formar com todos um enorme abraço. Gostavam os adultos e gostavam as crianças, de puxar pela mão dos pais para os levar a conhecer a “nova sala” ainda que seja a mesma. Gostavam de mostrar o entusiasmo com que participam em “pequenas, grandes tarefas de decoração dos seus espaços”. Gostavam como nós gostámos de ver colegas, alguns já não víamos há muito tempo; custa-nos mais ainda não poder acolher, com naturalidade, recebendo os pais dos nossos coleguinhas novos, e conhecer e brincar uns com os outros outros, os que vêm para junto de nós pela primeira vez. Há-de vir esse tempo melhor! Assim esperamos.
 
Gostavam, gostávamos mas agora ainda não é possível, temos de continuar cada vez com mais empenho esta luta com esse “bichinho tonto” que virou tudo ao contrário.
 
Gostávamos e queremos agradecer a colaboração, compreensão e aceitação manifestada acolhendo as restrições que temos de continuar a levar à prática no nosso dia a dia. Tudo estamos a tentar fazer para que este novo ano aconteça com tranquilidade, alegria, boas, belas e desafiantes aprendizagens.
 
De cada um e de todos depende o bem estar e segurança.
 
Bom ano e, até já.