A história de uma viagem…

“Era uma vez…como todas as histórias, esta também começa assim…

Era uma vez um grupo de crianças com apenas dois anos… mas com a responsabilidade de embarcarem na Creche e Jardim-de-infância para uma viagem com quatro anos de duração! 

Algumas chegaram quais fadas, silenciosas, compreensivas e amigas de toda a gente…

Outras eram como princesas, altivas e importantes, mas doces e carinhosas como só as crianças sabem ser…

Havia algumas que pareciam anõezinhos irrequietos, ora mais trabalhadores, ora mais preguiçosos, conforme os dias e a disposição…

Já sem falar naquelas que, quase como pequenos piratas, sem olhos de vidro mas com caras de mau, muitas vezes fizeram perder a paciência à restante tripulação… na verdade, houve durante a viagem alguns dias de tormenta, pois as personagens das histórias nem sempre se deram bem com as regras de comportamento! No entanto, apesar de alguma agitação marítima, neste barco foi sempre primavera, pois todos pareciam, borboletas, esvoaçando constantemente de cá para lá, ou passarinhos, chilreando alto, cheios de energia…

Brincaram, conviveram, trabalharam e aprenderam coisas importantes durante esta “viagem”. Talvez a principal fosse que, apesar de todos serem diferentes, devem tentar respeitar-se uns aos outros e saber ser, acima de tudo, AMIGOS!

Agora que a viagem chegou ao fim, sei que a capitã do navio vai ter saudades das fadas, das princesas, dos anões, dos passarinhos, das borboletas… mas também vai sentir e muito a falta dos pequenos piratas “levados da breca”!

E… vitória, vitória, acabou-se a história!”

 

Educadora, Sandra Maria